Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um dia faço um blog

As senhoras do zumba.

As senhoras mais velhas que andam no meu ginásio têm mais estaleca que eu. São verdadeiras assíduas das aulas de zumba e de pilates. Ainda não experimentei as aulas de pilates, mas vejo sempre as mesmas lá batidas à porta do estúdio uma bela meia hora antes. Diz que são as aulas mais concorridas, e são as únicas onde é necessário tirar senha com 24h de antecedência. Já pensei em experimentar mas dá um trabalhão dos diabos lembrar-me que é necessário tirar a senha no dia anterior. A modos que vou indo a outras, nomeadamente às aulas de zumba.

É um horror, saio de lá a transpirar. Mas a transpirar a sério. As senhoras do zumba são despachadíssimas e raramente saem de lá a escorrer suor por tudo o que é poro (bela imagem que vos transmiti agora, hein?).  Na verdade, aquelas mulheres têm o monstro da zumba no corpo. A sério que isto é verídico. Chegam sempre bastante adiantadas, há que meter em dia a conversa sobre a novela da noite anterior.

Depois, olhamos para elas e parecem-se as com as típicas senhoras de sessenta e muitos anos que gostam de tricotar e de ficar em casa de manhã a ver o Goucha e  a Cristina Ferreira. Mas desenganem-se. Quando entram na sala, estas mulheres transformam-se!

Elas cantam, mexem-me melhor que a própria instrutora, dão gritinhos e transformam aquela aula numa verdadeira competição entre elas para ver quem troca mais vezes o pé esquerdo com o direito.

Quando a aula acaba fico sempre a pensar que vão voltar ao seu estado normal, mas não!! Elas vão para as máquinas enquanto esperam a troca de uma aula para a a outra.

Quando terminam gostam sempre de ir ao spa, meter o resto da conversa em dia e fazer previsões para a novela de logo. Comentam como foi um treino produtivo e de como vai saber bem a sua caminhada do final do dia. Sim, a caminhada do final do dia. Será possível?

Raramente as oiço falar sobre doenças ou desgraças. São pessoas positivas e divertidas.

Estas senhoras dão um valente baile a muita gente jovem que aí anda, e contra mim falo. Dá gosto ver que há pessoas assim, apesar de ser ligeiramente irritante vê-las a acertar com a coreografia melhor que eu.

3 comentários

Comentar post