Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um dia faço um blog

Fazem-me falta os filmes de Domingo.

Antigamente, quando os canais de televisão eram ligeiramente decentes, existiam filmes a passar na Sic e na Tvi durante as tardes de Domingo.

Muitas vezes os filmes nem eram grande coisa, outras vezes eram bons filmes mas já tinham sido repetidos umas 590 vezes, mas who cares? Qualquer coisa seria melhor do que os Domingos Gordos, o Portugal em Festa, o Somos Portugal ou lá como se chama aquela merda.

A sério, não estava já na hora disto terminar? Eu sei, eu sei que provavelmente as estações de televisão poupam uma valente pilha de massa a passar todos os fins de semana estes programas que percorrem as terriolas todas com cantores que ninguém conhece e que fazem playbacks mal e porcamente. Eu sei, eu também sei que as Câmaras de Cascos de Rolha esfregam as mãos de felicidade quando sabem que vão ter lá a televisão a promover-lhes o queijo de cabra ou as rendas da D.Emília. Sim sim, eu também sei que deve ser esta a única maneira de meterem repórteres como o Manuel Melo a trabalhar.

Mas por favor, já chega!

Como é possível não terem já esgotado as terrinhas todas deste país? Não somos afinal um país pequeno? Então quando é que isto acaba? Quando é que arrumam as trouxas e metem de lado as pseudo-cantoras com cara de quem trabalha aos fins de semana no elefante branco?

Já ninguém quer ligar para os 760, nem ninguém quer habilitar-se a ganhar esse carro de que passam dois terços do programa a falar. Não, também já ninguém quer ouvir as piadas secas do Nuno Eiró. E, pasmem-se, já ninguém aguenta ouvir os presidentes das Juntas de Freguesia a falar do orgulho que têm das suas terras.

Podemos voltar a ter tardes de Domingo a ver o Homem Aranha, o Rei Escorpião e afins?

Vá lá, é que já não se aguenta.

8 comentários

Comentar post