Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um dia faço um blog

O Benfica é campeão e eu estou-me (quase) nas tintas.

Sou do Benfica. Não sou benfiquista ferrenha,nem de perto nem de longe.

Agora que penso bem no assunto, irrita-me este mundo do futebol.

Dizer que amam um clube, dizem que é um amor inexplicável. Já vi pessoas a dizer mais vezes que amam o Benfica do que os próprios filhos. E isso chega a ser doentio.

Vejo pessoal que deixa de trabalhar para ver os jogos.

Outros ficam um mês com um mau humor desgraçado só porque o filho da mãe do árbitro declarou um fora de jogo que não foi correto.

Depois há outros que vivem tanto a cena que chegam ao cúmulo de tatuar BENFAS no corpo.

Isto só pode ser doentio.

O Benfica hoje foi campeão. Ou bi-campeão, caso prefiram.

Eu sou do Benfica. Deveria estar em êxtase certo? Mas não estou.

Não estou porque há sempre uns quantos anormais que levam isto tão a sério que partem para a violência.

Felizmente sei que existe muita gente que tem um sentimento clubista saudável. Que vibra q.b quando o clube ganha, que vê os jogos e segue o seu clube. Mas essas pessoas, as que têm uma relação saudável com o clube, jamais vão gritar "amo-te benfica" mais do que dizem à mulher e filhos. Jamais vão partir para a violência nem tão pouco vão ficar de mal com a vida só porque o clube perdeu.

O Benfica é campeão e hoje eu estou-me quase nas tintas porque não consigo encontrar razões aceitáveis para que o futebol vire o desporto dos selvagens.

Já agora, um minuto de silêncio para os desgraçados que amanhã têm que limpar o Marquês de Pombal.

marques4.jpg

7 comentários

Comentar post