Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Um dia faço um blog

Podes passar-me o lápis de cor-de-pele?

É impressionante como o racismo pode surgir em atitudes tão inocentes como pedir um lápis de cor.

Se recuar uns anos e voltar ao tempo em que pintava belas casas, casinhas, árvores e florzinhas, é fácil recordar-me das vezes que pedia, e que me era pedido, o lápis cor-de-pele.

Hoje em dia acontece o mesmo.

É interessante ver como as crianças, e mesmo adultos, associam a cor-de-pele a um tom claro. 

Para acabar com este racismo escondido, foi criada uma campanha em que se vendem embalagens de lápis de cera cor-de-pele. E não, não é só um lápis. São vários, até porque cores de pele há muitas.

giz-de-cera-01.jpgA organização responsável por esta campanha chama-se Uniafro e insere-se num programa de acções afirmativas para a população negra.

Assim, este estojo trás 12 cores de pele, que variam do mais claro ao mais escuro.

O objetivo é fazer com que as crianças encontrem tons entre opções mais realistas, mostrar a diversidade racial da nossa população e promover a igualdade entre os alunos.

giz-de-cera-04.jpg

Achei esta campanha tão pertinente que julgo que merece ser divulgada.

E já sabem, para a próxima vez que uma criança vos pedir o lápis cor-da-pele perguntem : qual delas?

5 comentários

Comentar post